quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Vai em frente, ame!

Deixa desse orgulho.
Sente algo?
Vai lá.
Mostra.
Uma, duas, quantas vezes for preciso.
Não se esconde, não.
Joga uma pedrinha na janela.
Escreve um bilhete.
Canta algo.
Rabisca um coração numa folha de caderno.
Sorri.
Não perde tempo, não.
Orgulho é coisa de gente que tem medo.
Que ama, mas não quer demonstrar.
Que sente, mas prefere esconder.
Quer ver seu/sua amado/amada sorrir pra outra/outro?
Pensa.
Pensa de novo.
Vai lá.
Se joga.
Não tenha medo.
Felicidade é se arriscar num amor que te faz sorrir quando você menos espera.
O tempo não volta e cada segundo aí, pensando, é um segundo a menos para amar.
Tem medo de se ferir?
Que nada!
Deixa o medo de lado.
Ele/ela pode estar esperando por você.
E aí?
Sorriu?
Vai lá.
Vai ser feliz.
Vai amar.

_________________________
Beijo grande, fiquem com Deus. ❤

                   

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

E esse é o último texto pra você

Estava apagando algumas fotos da minha galeria e achei uma foto nossa. Há quem diz que a máquina do tempo já existe e que ela é a fotografia.
Acredito inteiramente que seja.
Olhando pra foto, tive a sensação de estar naquele momento de novo, naquela data e lembrar da sua risada por descobrir que estava todo sujo de sorvete quando abriu a galeria do meu celular.
Foi um lindo dia. O barulho das ondas do mar, aquele pôr do sol, você ao meu lado...
Foi sim uma linda semana.
Foi definitivamente um lindo mês.
E foi...
Foi embora.
Eu que nem sou arquiteta, projetei um universo para te receber em meus laços, meus abraços e o que me restou foram os cacos.
Cacos de coração.
Hoje cedo, quando resolvi abrir minha galeria, lembrei de todos os momentos. Do começo ao fim com datas e horários dos nossos momentos fotografados.
Cliquei em todas e exclui.
De uma vez só, como se fosse um band-aid em cima de um machucado que precisa ser limpado e temos que tirar com rapidez para não arder.
Você já deve ter excluído nossos momentos faz tempo, mas eu ainda estava remoendo tudo o que aconteceu.
Não existe mais nada a partir de agora.
a galeria está limpa e pronta para receber novas fotos.

sábado, 5 de novembro de 2016

Pensa

Mas pensa na saudade que eu tô de tu... Pensa na vontade enorme que tenho de te ligar. De te falar tudo o que - ainda - sinto. Dizer que depois de tanto tempo que passou, eu...

Eu ainda penso em ti, todas as noites antes de dormir.

Eu lembro de você sempre que toca a nossa música e ainda imagino seu abraço quando você estava por perto e ela tocava.

Eu sei suas manias de cor.

Eu ainda ouço sua risada e sinto meu sorriso se abrir ao lembrar do teu.

É mágico. É surreal. É tudo igual, aqui. Agora pensa...

Pensa no que perdemos e no que sonhamos juntos. Em todas as felicidades que tivemos e em tudo o que construímos.

Agora pensa em nós. E dorme sorrindo, assim como eu faço.

___________________

Fiquem com Deus, beijo grande! ❤

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Querido tempo

Ah, como eu queria que por descuido o tempo resolvesse voltar e te trouxesse outra vez pra mim... Que parasse no instante em que vi seus olhos pela primeira vez e me fizesse sorrir daquele jeito bobo que só consigo com você...

Ah, se num passe de mágica o mundo resolvesse girar ao contrário e voltar ao dia do nosso primeiro abraço... Quem dera se por sorte, ou destino mesmo, pudesse sentir seu cheiro mais uma vez.

Ora, mas que tempo é esse que nos afasta mas não volta pra nos vermos outra vez? Que grande covardia com dois corações que ainda se amam... Ah, tempo... Não seja assim, tao malvado conosco.

Não afasta mais esses dois corações que aceleram ao se verem, que não medem esforços para estarem lado a lado.

Ah, tempo! Tenha a fineza de trazer o dia em que o vi. Pois foi a partir dali, que eu jurei pra mim que jamais iria deixar de amar aqueles olhos.

_____________________
Beijo grande, fiquem com Deus! ❤